terça-feira, 18 de novembro de 2008

"É Proibido..."


"É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer,
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas,
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar sonhos em realidade.

É proibido não demonstrar amor,
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos,
Não tentar compreender o que viveram juntos,
Chamá-los somente quando necessita deles.

É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,
Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você." (...)

(Pablo Neruda)

4 comentários:

Valentim Coelho disse...

A vida é cheia de tantas proibições, mas quem não gosta de vez em quando de transgredir.... no entanto há outras que devemos seguir. É proibido ser-se infeliz, é proibido não ter amor.... é proibido tantas coisas que não nos fazem bem.
Gostei Alexandrina.
beijinhos. Boa semana.

AA disse...

Olá Valentim,
Estas são algumas das proibições da vida, que a meu ver, temos que ter sempre presente, para sermos mais felizes e também sermos um "bom" ser humano...
Beijos...:-)

O Profeta disse...

É proibido...proibir...



Doce beijo

Helena Paixão disse...

Este poema é um dos que toda a gente deveria saber de cor.

Engraçada a foto da carroça. Um bom exemplo de como tudo na vida pode ter uma utilidade alternativa.

Bjinhos e votos de um 2009 repleto de sucessos, alegrias e saúde para ti e família :)