sexta-feira, 12 de junho de 2009

"A Palavra"


"Falo da natureza.
E nas minhas palavras vou sentindo
A dureza das pedras,
A frescura das fontes,
O perfume das flores.
Digo, e tenho na voz
O mistério das coisas nomeadas.
Nem preciso de as ver.
Tanto as olhei,
Interroguei,
Analisei
E referi, outrora,
Que nos próprios sinais com que as marquei,
As reconheço, agora."

(Miguel Torga, in Poesia Completa, Volume II, 2007)

11 comentários:

Vieira Calado disse...

Grato pela partilha.

Cumprimentos.

Paulo Per disse...

Bonita composição e definição de cores. Belo bouquet, apenas uma opinião, para a próxima tenta abrir mais a abertura para conseguires ainda mais definição e luminosidade.

Gostei Bastante

lobices disse...

...o eterno Torga e as suas eternas palavras

aa disse...

Olá Paulo, obrigado pela tua opinião... pois são sempre bem vindas... como dá para reparar, troquei a foto por outra onde tentei dar-lhe mais luminosidade...
Abraço,

AA

Andréa Amaral disse...

AA vc é d+! Belas versos estes que definem bem a captura de suas magens.Um beijo.

José Filipe disse...

Olá Alexandrina.
Tem aqui uma bela captação destas flores, que são realmente formosas, com um poema interessante deste grande poeta; a foto e as palavras formam um conjunto muito bem escolhido, boa ideia.
Despeço-me com amizade, até breve.
Tudo de bom, com os meus cumprimentos.
Um abraço.

José Filipe / 13-6-2009

Valentim Coelho disse...

Olá Alexandrina,
essa foto bonita está bem acompanhada desse lindo poema de Miguel Torga.
Beijinhos,
bom fim de semana.

Ana Braga disse...

Belo registo, muito bem acompanhado por um poema.

aa disse...

Olá Ana, bem vinda ao blog 'olhares soltos...' e obrigada pelo comentário...

AA

Carlos Manuel Pereira Rodrigues disse...

Belo registo!! Gostei.

aa disse...

Olá Carlos Rodrigues,
bem vindo ao blog 'olhares soltos...' e obrigado pelo comentário.

AA